Processos Infecciosos em implantes dentários

infecção-em-implante-dentário

Processos Infecciosos em implantes dentários

Condições e doenças Peri- Implantares.

 

As doenças peri- implantares estão associadas ao biofilme, e a progressão parece ser mais rápida do que na periodontite. Recomenda se que o clínico tenha radiografias e medidas de sondagem guardadas após a finalização da prótese sobre implante. Uma radiografia depois de carga deve ser obtida para se estabelecer uma referência de nível ósseo após a remodelação fisiológica. O profissional deve sempre acompanhar as mudanças do nível ósseo.

  • Saúde Peri-implantar: Ausência de sinais clínico de inflamação, ausência de sangramento ou supuração após a sondagem, sem aumento de profundidade de sondagem, ausência de perda óssea;
  • Mucosite Peri-implantar: Há presença de inflamação dos tecidos, presença de sangramento ou supuração, com ou sem aumento de profundidade de sondagem, ausência de perda óssea. Microbiota semelhante a da gengivite.
  • Peri-Implantite: Presença de sangramento ou supuração, há inflamação no tecido e presença de perda óssea, a destruição óssea é acelerada. Nesses casos o paciente pode até perder o implante.

 

Perguntas feitas na internet sobre infecção em implantes

 

1 – Há dias notei no meu implante que, quando pressiono, de baixo para cima, sai uma secreção, bem pouca. Parece com pus mas não sinto dor. O que pode ser? Devo me preocupar?

Re: Boa tarde
Pode ser placa bacteriana ou pus mesmo. Se for pus, existe alta possibilidade de estar com infecção. Neste caso teria que avaliar se é só superficial ou se é profunda. Se for profunda, existe a possibilidade de ter perdido o implante dentário.

 

Compartilhar:

Comentários no Facebook